Sofá da Cacilda com Projeto Cênica Corporal UMA na noite do dia 08 de agosto!

Recuperando um projeto histórico do Festival Panorama , dosage esta ocupação vai abrir oportunidades para os novíssimos criadores cariocas, stomach compostos por estudantes universitários, approved coletivos, grupos em fase de profissionalização.  Por convocatória na internet, vamos selecionar projetos (um ou dois por semana) e colocá-los em contato e articulação com os demais artistas do projeto. Este eixo de atuação opera tanto nas discussões sobre formação de jovens artistas e de público quanto da abertura de novos espaços de criação e renovação na cidade do Rio de Janeiro. Os artistas selecionados receberão feedback dos diretores do projeto e de artistas convidados.

Segue abaixo a lista dos Novíssimos selecionados para apresentar seus trabalhos no Dança Pra Cacilda:
São eles:

Andre Bern Passificadora URFJ – UERJ Rio 30 maio a 03 junho
Gabriela Alcofra movimento.sem.face Unicamp – Angel Rio
Rafaeli Mattos ah vai andas UFRJ/FAV Rio 27 junho a 01 julho
Fernanda Rocha Cedes UniverCidade Rio
Rodrigo Rivera Número 5 UFRJ Rio 01 de agosto a 05 de agosto
Monica da Costa  Corpo Dágua  UFRJ  Rio
Luisa Coser  diga-se de passagem FAV Rio 29 agosto a 02 setembro
Paula Pi opus 2 Unicamp Sao Paulo

Conheça um pouco mais dos nossos Novíssimos do Cacilda Becker!

01 a05 de agosto

Rodrigo Rivera

Rodrigo Rivera, Coreógrafo, bailarino graduando do curso de Bacharelado em Dança pela Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ, e integrante da Cia Universo Paralelo – Núcleo de Pesquisa em Dança contemporânea da UFRJ ..

 Numero 5 
13 min. Livre
Sexta, 03 de agosto, às 15h e às 20h
Sab, 04 de agosto, às 20h
Dom, 05 de agosto, às 19h
Quem disse que se perder não é achar seu próprio caminho? Esse trabalho busca a fragmentação do corpo e do movimento de forma a envolver a energia, a potencialidade do movimento, que surgem do intimo de uma respiração.

Ficha Técnica:
Direção, Coreografia e Interpretação: Rodrigo Rivera
Orientação do processo de criação: Maria Alice Poppe e Lara Seidler
Musica: Frank Bretshneider
Fotos: Sebastião Barros
Monica da Costa

Monica da Costa fez o Curso Técnico de Bailarino Contemporâneo da Escola Angel Vianna em 2005, e graduação em Dança da UFRJ. Desde 2008 vem construindo trabalho autoral  com pesquisa de Danças e Performances de motriz africana, com a parceria fundamental de Renato Santos.

Corpo D’agua

50 minutos. Livre
Sexta, 03 de agosto, às 15h e às 20h
Sab, 04 de agosto, às 20h
Dom, 05 de agosto, às 19h

Corpo D’água é um espetáculo de dança afro-contemporânea, que se inspira na Água como universo poético e mítico, enquanto elemento que toma corpo e corpo que se torna elemento.

Ficha Técnica: Criação e interpretação: Monica da Costa. Direção Geral: Renato Santos. Trilha sonora original (em per
cussão): Sergio Arriola. Trilha sonora – Edição de som e remontagem: Sergio Rangelo Filho. Voz: Ananda Botelho.Produção: Renato Santos e Monica da Costa. Desenho de Luz: Ananda Felipe. Figurino: Julia Vidal/Balaco Modas. Realização: Núcleo de Dança Afro-Contemporânea.
27 junho a 01 de julho

Rafaeli Mattos

Mestrandaem Artes Visuais, linha de pesquisa Poéticas Interdisciplinares – UFRJ, Especialistaem Estudos Contemporâneosem Dança –UFBA/FAV 2007 e Bacharel em Dança, Intérprete e Coreógrafa, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – 2006/1. Possui formação em jazz, ballet, ballet moderno – Horton, dança contemporânea, sapateado e canto popular, e tem como principal mestre de sapateado o corógrafo Steven Harper.

  • Ah vai andas?!

30 min. Livre
Sexta, 29 de junho às 15hrs e às 20hrs.
Sab, 30 de junho, às 20hrs
Domingo, 01 de julho, às 19hrs
Entrada Franca

O solo, de características multimídia, tem como objetivo propor outros prismas de imagens/ideias de corpo no sapateado americano, apresentando outro contexto, outro sapato e outro corpo. Será apresentado em duas instâncias: no espaço cênico, onde acontece a coreografia propriamente dita, e no espaço virtual videográfico, onde se dá a performance das imagens.

Ficha técnica:
 Intérprete-criadora: Rafaeli Mattos
Orientação: Malu Fragoso e Lígia Tourinho
Artistas Colaboradores: Bárbara Castro – designer multidisciplinar e artista multimídia
Munique Mattos – bailarina, sapateadora e percussionista corporal
Renato Muniz – músico e produção musical

Fernanda Rocha

Fernanda Rocha é bailarina, atriz, pesquisadora corporal e educadora.  Formada em licenciatura em dança no Centro Universitário da Cidade – UniverCidade, atua como professora e pesquisadora corporal desde 2007,  preparadora corporal, Professora de dança criativa para crianças e adolescentes, de dança criativa e preparadora corporal.

  •  Cedes

7min. LIVRE
Sexta, 29 de junho às 15hrs e às 20hrs.
Sab, 30 de junho, às 20hrs
Dom, 01 de julho, às 19hrs
Entrada Franca

O solo traz a cena movimentos que traduzem momentos marcantes e importantes da minha vida e também uma linda canção chamada Sertaneja que já foi gravada por várias vozes marcantes, mas a que mais me inspira certamente foi a minha mãe, cantando desde que era criança. “O solo Cedes foi criado a partir de laboratórios sugeridos pela professora e orientadora Ana Vitória Freire que estimulou uma pesquisa através de minhas memórias.”

Ficha Técnica:                                       
Interprete criadora: Fernanda Rocha
Direção: Fernanda Rocha
Orientação: Ana Vitória Freire
Programação Visual: Manuela Macedo
Fotografia: Celso Pereira
Direção de Produção: Vinil 69 Produções
Figurino: Fernanda Rocha

AULAS ABERTAS:

27, 28 e 29 de junho- Centro Universitário da Cidade- Dança

Primeiro curso de licenciatura em Dança criado no Rio de Janeiro, em 1985, alia teoria e prática, e tem como principal objetivo proporcionar uma formação múltipla, colocando no mercado professores especializados no ensino das diferentes técnicas de dança.

 27 de junho, 4ª feira.

10h – Introdução ao Ballet Clássico- professora Vera Aragão

Introduzir os alunos às bases da gramática do ballet clássico. Enfocar a forma como se processa a estruturação e o desenvolvimento desta  técnica, visando seu ensino, utilizando-se de aulas práticas e teóricas.

11h30 – Aula de Cinesiologia / Prática – professora Heloisa.

Integrar os conceitos estudados nos componentes curriculares Anatomia e Fisiologia para analisar os diferentes movimentos humanos, suas amplitudes e ações fundamentais.

28 de junho, 5ª Feira.

10h – Psicomotricidade– professora Rosana Fachada.

Conceito e história da psicomotricidade: vertentes, realidade, objetivos e finalidades. Desenvolvimento psicomotor enfatizando os três domínios: cognitivo, afetivo e motor, integrando-os ao trabalho com a dança. Bases neurológicas do desenvolvimento infantil, sua relação com a aprendizagem e com a dança.

11h30- Improvisação– professora Ivana Menna Barreto

Exploração da improvisação como recurso de desenvolvimento da sensibilidade, imaginação e criatividade do aluno. Despertar a consciência das ferramentas usadas e das diferentes possibilidades de improvisação.

CONVERSAS PÚBLICAS:

27/06, Quarta feira Às 20h – Sofá da Cacilda- Discussão sobre o atual contexto do Mercado para a dança no Rio de Janeiro com Diana de Rose, da Secretaria de Municipal de Cultura do Rio de Janeiro; e a dançarina, curadora Flávia Meirelles.

30 de maio a 03 de junho

André Bern

ANDRÉ BERN é Bacharel em Dança, pela UFRJ, e Mestrando em Artes Visuais pela UERJ. Sua produção artística gira em torno de questões identitárias e interdisciplinares, nas fronteiras entre gênero e etnia, dança e artes visuais. André edita e alimenta o blog ctrl+alt+dança (http://ctrlaltdanca.wordpress.com), sobre produção crítica e divulgação em artes  do corpo, criado em parceria com a artista Monica da Costa.

  •  Passificadora

20min. 16 anos

Sexta, 01 de junho às 15hrs e às 20hrs.
Sab, 02 de junho, às 20hrs
Domingo, 03 de junho, às 19hrs
Entrada Franca

Passificadora é uma performance solo de André Bern. Faz parte de uma pesquisa, intitulada Senha de Acesso, na qual o artista investiga relações entre corpo e memória. Passificadora parte de um jogo com as palavras “pacificar” e o neologismo “passificar” (que remetem ao surgimento e implementação das UPPs, Unidades de Polícia Pacificadora, no Rio de Janeiro) para abordar questões relacionadas à ocupação e transformação do corpo enquanto território, mídia e discurso.

Ficha Técnica:

Concepção e performance: André Bern
Colaboração: Aluisio Flores, Fábio Honório e Monica da Costa
Orientação: Esther Weitzman
Fotografia: Marina Pachecco

A pesquisa Senha de Acesso, que originou esta performance, foi patrocinada pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Estado de Cultura (SEC-RJ) – Apoio à Pesquisa e Criação Artística (Dança) 2010.

 

Gabriela Alcofra

Bacharel em Dança pela Faculdade Angel Vianna e em Ciências Sociais pela UFRJ. É especializada em Pilates. Leciona aulas de Pilates, de Jazz e já lecionou Dança Contemporânea e Dança para Crianças. Publicou o livro de poesias “Partituras de um movimento impermanente” e a crítica de dança “O sensível e o político no intercâmbio das culturas”, pelo portal idança.net em 2010.  É colaboradora do portal de notícias, pesquisa e reflexão crítica sobre dança: CTRL+Alt+Dança.  (ctrlaltdanca.wordpress.com)

Movimento.sem.face
25min. 16 anos
Sexta, 01 de junho às 15hrs e às 20hrs.
Sab, 02 de junho, às 20hrs
Domingo, 03 de junho, às 19hrs
Entrada Franca

A pesquisa tem como cerne a contradição entre o que está revelado e o que está coberto. A imagem da utilização da burca pelas mulheres muçulmanas foi utilizada como referência desse choque de culturas e desejos. Dentro desse universo, a imagem de um corpo sem rosto foi revelada.O que é um corpo sem rosto?Tem identidade, tem história, tem força?O trabalho tem esse desafio: pesquisar no corpo essas imagens, elaborando uma dramaturgia para um corpo sem rosto.

Ficha técnica:
concepção: Gabriela Alcofra
direção: Camila Fersi
em cena: Gabriela Alcofra
colaboradores da 1a fase do processo: Lucas Rodrigues,
Rodrigo Maia, Maíra Gestner
assistente de produção: Gabriela Jung
filmagem: Luiza Cascon
contraregragem: Gabriela Jung
vídeo: Gabriela Alcofra e Thalia Fersi
edição de vídeo: Gabriela Alcofra
áudio: Max Ritcher e Michel Galasso
edição de áudio: Gabriela Alcofra
fotografia: Diana Sandes
desenho de luz: Camila Fersi
figurino: Odila Freire e Gabriela Alcofra
apoio: Angel Vianna Escola e Faculdade e Perffil Escola de Dança

 

PROGRAMAÇÃO
De 30 de maio a 3 de junho

ESPETÁCULOS

Passificadora

Concepção: André Bern
Duração: 20min.
Classificação etária: 16 anos
Sexta, 1 de junho às 15h e às 20h.
Sábado, 02 de junho, às 20h
Domingo, 03 de junho, às 19h
Entrada Franca

Movimento.sem.face
Concepção: Gabriela Alcofra
Duração: 25min.
Classificação etária: 16 anos
Sexta, 1 de junho às 15h e às 20h.
Sábado, 02 de junho, às 20h
Domingo, 03 de junho, às 19h
Entrada Franca

AULAS ABERTAS
Composição coreográfica com professores da Faculdade Angel Vianna.
A proposta é Instrumentalizar o aluno, para a criação artística,através da construção do método de composição coreográfica autoral, solística e/ou em grupos.
30/05, QUARTA FEIRA, 10H
Composição coreográfica, com Ana Vitória Freire
Diretora, bailarina e coreógrafa da Cia Ana Vitória Dança Contemporânea.Professora de Técnica de Dança e Composição Coreográfica da Faculdade Angel Vianna, doutorando pela UniRio em Artes Cênica.
31/05, QUINTA FEIRA, 10H
Composição coreográfica, com Marcia Rubin.
Coreógrafa e bailarina da Marcia Rubin Cia de Dança, atua no teatro como Diretora de Movimento.Ganhou o Prêmio Shell de Teatro em 2012. Professora da Faculdade Angel Vianna e do Curso de Artes Cênicas da UniverCidade. É Especialista em Arte e Filosofia pela PUC-Rio.
ENTRADA FRANCA

 

CONVERSAS PÚBLICAS

Dia 30 de maio
Horário: 20h

Políticas do Corpo
Tema: O ensino de dança, com Angel Vianna e Esther Weitzman, da Faculdade Angel Vianna; Angela Ferreira (Centro Universitário da Cidade) e Marcos Vinicius Machado (UFRJ)
Entrada franca.
Em breve, atualização completa!

 

 
O  Cine Teatro é composto pela exibição de Filmes, information pills nurse documentários e outras produções sobre dança., advice seguida de um bate papo com os artistas residente.

A proposta é trazer para o teatro inspirações e projetos  audiovisuais que inspiraram, dosage  de alguma forma, a trajetória desses artistas e compartilhar com o público presente.

Toda a programação será selecionada em parceria com o grupo convidado da semana e terá conteúdos complementares aos espetáculos e oficinas.

Dia 04 de julho- Neto Machado

Electroma – Daft Punk

Este foi um filme produzido pela dupla de DJs Daft Punk, um longa de 60min sem fala que narra visualmente a história de um suposto mundo de “seres Daft Punk”, que vivem com capacetes e sem pele aparente. A dupla tenta montar um rosto humano em cima de seu capacete, que derrete ao Sol levando os dois ao suicídio final. As referencias do vídeo clipe, o universo masculino e dos heróis, a presença da visualidade pop japonesa, estão todos no filme. A partir disto, podemos gerar discussão em cima do universo de referências de Kodak e suas possiveis reverberações

20 de junho, Às 20h

Valéria Marins da Intrépida Trupe apresentará um vídeo fragmentado em 4 quadros, que foi apresentado na quadrienal de Praga, 2001- Prêmio Triga de Ouro; e conversa sobre pesquisa de seu mais novo projeto, “Coleções”.
Dani Lima, viagra 100mg  em algumas quartas do Dança Pra Cacilda, drugs  vai partilhar parte de seus 2 anos de pesquisa para o projeto “100 gestos que marcaram o século XX”, illness patrocinado pela Petrobras. É o Corpo- DOC : o gesto em questão, dentro da ocupação Dança pra Cacilda.

Entre as atividades, a exibição de uma série de entrevistas gravadas com profissionais de varias áreas sobre as idéias de gesto dentro de suas práticas; discussões e palestras.

A cada encontro uma discussão específica envolvendo o gesto e suas
interpretações. Onde começa um gesto? Quais são as possíveis relações entre
gesto e atitude, gesto e postura, gesto e movimento, gesto e expressão,
gesto e comunicação, gesto e linguagem, gesto e psiquê ….. ?


A cada encontro uma discussão específica envolvendo  o gesto e suas interpretações.

Para abordar a memória do corpo através de sua inscrição no gesto, vamos tentar elucidar as diferentes possibilidades de leitura e interpretação das idéias de  gesto. As atividades do Corpo.Doc serão divididas em temas :

Dia 11 de julho – Gesto e Psicanalise, Dani Lima convida Benilton Bezerra.

Dia 25 de julho– Gesto e Dança, Dani Lima convida o residente da semana, Cristian Duarte.

13 de Junho: gesto e filosofia

com a participação dos filósofos Luiza Buarque ( sobre o texto “Notas sobre o gesto”, de Giorgio Agamben) e Charles Feitosa (sobre o livro “Les gestes”, de Villem-Flusser)

mediação : Dani Lima

CHARLES FEITOSA é Professor Associado de Filosofia da UNIRIO (DFCS/CCH), Doutor em Filosofia pela Universidade Freiburg i.B., Alemanha, autor de Explicando a filosofia com arte (RJ: Ediouro, 2004) e de diversos artigos nas áres de estética, fenomenologia e filosofia da cultura. É coordenador do POP-LAB – Laboratório de Pesquisas em Filosofia e Cultura Pop (http://filosofiapop.ning.com/), co-organizador do Simpósio Internacional de Filosofia: Assim Falou Nietzsche e co-editor das coletâneas homônimas que agrupam os principais textos do evento.

LUISA BUARQUE é Doutora em Filosofia pela UFRJ, tem Pós-Doutorado pela Sorbonne, é professora da PUC-RJ e atua na área de Filosofia Antiga. Possui também um trabalho extenso na área de Arte e Filosofia, e publicou um ensaio sobre Platão intitulado ‘As Armas Cômicas: os interlocutores de Platão no Crátilo’.”

Outros encontros:

11 de julho: gesto e psicanálise

Participação de Benilton Bezerra

25 de julho: gesto e dança

Exibição de fragmentos das video-entrevistas feitas por Dani Lima e Christophe Wavelet com profissionais diversos a respeito do gesto.

Mediação – Dani Lima e Participação do Residente da semana, Cristian Duarte

22 de agosto: um gesto brasileiro?

Exibição da vídeo- entrevista feita por Dani Lima e Christophe Wavelet com Antônio Nóbrega.

Mediação – Dani Lima

Edições passadas:

16 de maio: Gesto e Corpo

Palestrante convidada: Silvia Soter, professora da Faculdade de Educação da UFRJ,   crítica de dança do jornal O Globo, professora de Ginástica Holística – Método da Dra. Ehrenfried, certificada por Marie-Josèphe Guichard, na França, em 1996.É coordenadora da área de cultura da Redes de Desenvolvimento da Maré e supervisora pedagógica da Escola Livre de Dança da Maré.

Participação da artista da semana: Alice Ripoll

Mediação – Dani Lima

O que entendemos por gesto a partir de uma abordagem de educação somática? O que diferencia gesto e movimento, korpse e soma?

Exibição de vídeos de fragmentos de espetáculos


 

 


 


 

Dani Lima, bailarina e coreógrafa, vive e trabalha no Rio de Janeiro. Formada em Jornalismo pela PUC-RJ (1998), é Mestre em Teatro pela Uni-Rio (2005),  publicou o livro “Corpo, política e discurso na dança de Lia Rodrigues” (2007). Desde 2001 faz parte do corpo docente da Faculdade de Dança, UniverCidade/RJ.

Seu trabalho à frente de seu grupo investiga questões de identidade, alteridade, memória e percepção, investindo em experiências transdisciplinares e no desenvolvimento de uma poética do corpo cotidiano.

Mais sobre Dani Lima, clique aqui.

 
Dani Lima, viagra 100mg  em algumas quartas do Dança Pra Cacilda, drugs  vai partilhar parte de seus 2 anos de pesquisa para o projeto “100 gestos que marcaram o século XX”, illness patrocinado pela Petrobras. É o Corpo- DOC : o gesto em questão, dentro da ocupação Dança pra Cacilda.

Entre as atividades, a exibição de uma série de entrevistas gravadas com profissionais de varias áreas sobre as idéias de gesto dentro de suas práticas; discussões e palestras.

A cada encontro uma discussão específica envolvendo o gesto e suas
interpretações. Onde começa um gesto? Quais são as possíveis relações entre
gesto e atitude, gesto e postura, gesto e movimento, gesto e expressão,
gesto e comunicação, gesto e linguagem, gesto e psiquê ….. ?


A cada encontro uma discussão específica envolvendo  o gesto e suas interpretações.

Para abordar a memória do corpo através de sua inscrição no gesto, vamos tentar elucidar as diferentes possibilidades de leitura e interpretação das idéias de  gesto. As atividades do Corpo.Doc serão divididas em temas :

Dia 11 de julho – Gesto e Psicanalise, Dani Lima convida Benilton Bezerra.

Dia 25 de julho– Gesto e Dança, Dani Lima convida o residente da semana, Cristian Duarte.

13 de Junho: gesto e filosofia

com a participação dos filósofos Luiza Buarque ( sobre o texto “Notas sobre o gesto”, de Giorgio Agamben) e Charles Feitosa (sobre o livro “Les gestes”, de Villem-Flusser)

mediação : Dani Lima

CHARLES FEITOSA é Professor Associado de Filosofia da UNIRIO (DFCS/CCH), Doutor em Filosofia pela Universidade Freiburg i.B., Alemanha, autor de Explicando a filosofia com arte (RJ: Ediouro, 2004) e de diversos artigos nas áres de estética, fenomenologia e filosofia da cultura. É coordenador do POP-LAB – Laboratório de Pesquisas em Filosofia e Cultura Pop (http://filosofiapop.ning.com/), co-organizador do Simpósio Internacional de Filosofia: Assim Falou Nietzsche e co-editor das coletâneas homônimas que agrupam os principais textos do evento.

LUISA BUARQUE é Doutora em Filosofia pela UFRJ, tem Pós-Doutorado pela Sorbonne, é professora da PUC-RJ e atua na área de Filosofia Antiga. Possui também um trabalho extenso na área de Arte e Filosofia, e publicou um ensaio sobre Platão intitulado ‘As Armas Cômicas: os interlocutores de Platão no Crátilo’.”

Outros encontros:

11 de julho: gesto e psicanálise

Participação de Benilton Bezerra

25 de julho: gesto e dança

Exibição de fragmentos das video-entrevistas feitas por Dani Lima e Christophe Wavelet com profissionais diversos a respeito do gesto.

Mediação – Dani Lima e Participação do Residente da semana, Cristian Duarte

22 de agosto: um gesto brasileiro?

Exibição da vídeo- entrevista feita por Dani Lima e Christophe Wavelet com Antônio Nóbrega.

Mediação – Dani Lima

Edições passadas:

16 de maio: Gesto e Corpo

Palestrante convidada: Silvia Soter, professora da Faculdade de Educação da UFRJ,   crítica de dança do jornal O Globo, professora de Ginástica Holística – Método da Dra. Ehrenfried, certificada por Marie-Josèphe Guichard, na França, em 1996.É coordenadora da área de cultura da Redes de Desenvolvimento da Maré e supervisora pedagógica da Escola Livre de Dança da Maré.

Participação da artista da semana: Alice Ripoll

Mediação – Dani Lima

O que entendemos por gesto a partir de uma abordagem de educação somática? O que diferencia gesto e movimento, korpse e soma?

Exibição de vídeos de fragmentos de espetáculos


 

 


 


 

Dani Lima, bailarina e coreógrafa, vive e trabalha no Rio de Janeiro. Formada em Jornalismo pela PUC-RJ (1998), é Mestre em Teatro pela Uni-Rio (2005),  publicou o livro “Corpo, política e discurso na dança de Lia Rodrigues” (2007). Desde 2001 faz parte do corpo docente da Faculdade de Dança, UniverCidade/RJ.

Seu trabalho à frente de seu grupo investiga questões de identidade, alteridade, memória e percepção, investindo em experiências transdisciplinares e no desenvolvimento de uma poética do corpo cotidiano.

Mais sobre Dani Lima, clique aqui.

 
Durante as semanas dos Novíssimos, treatment as manhãs serão compostas por aulas abertas, rx oferecidas pelas principais universidades e profissionais de dança da cidade do Rio de Janeiro. A ideia é promover um maior intercâmbio entre o universo acadêmico, doctor de formação de artistas, e o público em geral, estudantes e interessados na área.

É um convite do Dança Pra Cacilda às universidades, bem como um desafio: levar o ensino da dança para além das universidades e escolas especializadas.

Todas as atividades serão gratuitas.

29 a 02 de setembro

Bacharelado em Dança- Universidade Federal do Rio de Janeiro- UFRJ (Escola de Educação Física e Desportos – EEFD)

A EEFD ofer­ece o curso noturno de Bacharelado em Dança, criado em 1994. O curso forma profissionais que podem atuar como intérpretes, coreó­grafos e pesquisadores em dança, imagem e criação no planejamento, condução e avaliação de programas artísticos para grupos amadores ou profissionais de diferentes faixas etárias.

29/08, quarta- feira. 10h30 às 13h- Técnica de Improvisação com Patrícia Pereira, Inês Galvão e Lara Seidler (UFRJ)

A oficina tem como proposta a experimentação e descoberta de novas possibilidades corporais, ampliando a sensibilidade para o movimento e seu vocabulário corporal. Interessa-nos o prazer em mover o corpo e a descoberta de sensações, imagens, gestos que intensifiquem a potência criativa e a integração do corpo dançante.

30/08, quinta feira. 10h30 Às 13h- Aula com a Professora Mariana Trotta.(UFRJ)

Universidades que já passaram pelo Dança Pra Cacilda

27 E 28 DE JUNHO

Centro Universitário da Cidade – Dança
Primeiro curso de licenciatura em Dança criado no Rio de Janeiro, desde em 1985 tem como principal objetivo proporcionar
uma formação múltipla, colocando no mercado professores especializados no ensino das diferentes técnicas de dança.
27/06, QUARTA FEIRA, 10H
Introdução ao ballet clássico, com Vera Aragão-doutora em memória e ex bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

A proposta é introduzir os alunos às bases da gramática do ballet clássico. Enfocar a forma como se processa a estruturação e o desenvolvimento desta técnica, visando seu ensino, utilizando-se de aulas práticas e teóricas.
27/06, QUARTA FEIRA, 11H30
Cinesiologia /Prática ,com Heloisa Almeida – especialista na área da saúde ex bailarina do Teatro Guaíra

Busca integrar os conceitos estudados nos componentes curriculares Anatomia e Fisiologia para analisar os diferentes movimentos humanos, suas amplitudes e ações fundamentais.

28/06, QUINTA FEIRA, 10H

Psicomotricidade,com Rosana Fachada-  ex-bailarina do Vacilou Dançou, mestra em psicomotriocidade e coordenadora do Curso de  Dança na Unversidade Castelo Branco.

Abordagens sobre o conceito e história da psicomotricidade:vertentes, realidade, objetivos e finalidades. Desenvolvimento psicomotor enfatizando os três domínios: cognitivo, afetivo e motor, integrando-os ao trabalho com a dança. Bases neurológicas do
desenvolvimento infantil, sua relação com a aprendizagem e com a dança.

28/06, QUINTA FEIRA, 11H30

Improvisação, com Ivana Menna Barreto- doutoranda,bailarina e coreógrafa atuante.

Aula de exploração da improvisação como recurso de desenvolvimento da sensibilidade,imaginação e criatividade do aluno.
Despertar a consciência das ferramentas usadas e das diferentes possibilidades de improvisação.

30 E 31 DE MAIO

Faculdade Angel Vianna
A Faculdade Angel Vianna oferece dois cursos de graduação na área de Dança: Licenciatura e Bacharelado, além de vários outros cursos (www.angelvianna.art.br). Com a visão de que o mundo se transforma através do sujeito, Angel Vianna, entende que, através da dança, podemos conquistar um espaço interno necessário para a nossa dinâmica corporal e emocional.

As aulas abertas desta semana serão: Composições Coreográficas.

A proposta é Instrumentalizar o aluno, para a criação artística,através da construção do método de composição coreográfica autoral, solística e/ou em grupos.

30/05, QUARTA FEIRA, 10H

Composição coreográfica, com Ana Vitória Freire

Diretora, bailarina e coreógrafa da Cia Ana Vitória Dança Contemporânea.Professora de Técnica de Dança e Composição Coreográfica da Faculdade Angel Vianna, doutorando pela UniRio em Artes Cênica.

31/05, QUINTA FEIRA, 10H

Composição coreográfica, com Marcia Rubin.

Coreógrafa e bailarina da Marcia Rubin Cia de Dança, atua no teatro como Diretora de Movimento.Ganhou o Prêmio Shell de Teatro em 2012. Professora da Faculdade Angel Vianna e do Curso de Artes Cênicas da UniverCidade. É Especialista em Arte e Filosofia pela PUC-Rio.

 

 

 
Dani Lima, viagra 100mg  em algumas quartas do Dança Pra Cacilda, drugs  vai partilhar parte de seus 2 anos de pesquisa para o projeto “100 gestos que marcaram o século XX”, illness patrocinado pela Petrobras. É o Corpo- DOC : o gesto em questão, dentro da ocupação Dança pra Cacilda.

Entre as atividades, a exibição de uma série de entrevistas gravadas com profissionais de varias áreas sobre as idéias de gesto dentro de suas práticas; discussões e palestras.

A cada encontro uma discussão específica envolvendo o gesto e suas
interpretações. Onde começa um gesto? Quais são as possíveis relações entre
gesto e atitude, gesto e postura, gesto e movimento, gesto e expressão,
gesto e comunicação, gesto e linguagem, gesto e psiquê ….. ?


A cada encontro uma discussão específica envolvendo  o gesto e suas interpretações.

Para abordar a memória do corpo através de sua inscrição no gesto, vamos tentar elucidar as diferentes possibilidades de leitura e interpretação das idéias de  gesto. As atividades do Corpo.Doc serão divididas em temas :

Dia 11 de julho – Gesto e Psicanalise, Dani Lima convida Benilton Bezerra.

Dia 25 de julho– Gesto e Dança, Dani Lima convida o residente da semana, Cristian Duarte.

13 de Junho: gesto e filosofia

com a participação dos filósofos Luiza Buarque ( sobre o texto “Notas sobre o gesto”, de Giorgio Agamben) e Charles Feitosa (sobre o livro “Les gestes”, de Villem-Flusser)

mediação : Dani Lima

CHARLES FEITOSA é Professor Associado de Filosofia da UNIRIO (DFCS/CCH), Doutor em Filosofia pela Universidade Freiburg i.B., Alemanha, autor de Explicando a filosofia com arte (RJ: Ediouro, 2004) e de diversos artigos nas áres de estética, fenomenologia e filosofia da cultura. É coordenador do POP-LAB – Laboratório de Pesquisas em Filosofia e Cultura Pop (http://filosofiapop.ning.com/), co-organizador do Simpósio Internacional de Filosofia: Assim Falou Nietzsche e co-editor das coletâneas homônimas que agrupam os principais textos do evento.

LUISA BUARQUE é Doutora em Filosofia pela UFRJ, tem Pós-Doutorado pela Sorbonne, é professora da PUC-RJ e atua na área de Filosofia Antiga. Possui também um trabalho extenso na área de Arte e Filosofia, e publicou um ensaio sobre Platão intitulado ‘As Armas Cômicas: os interlocutores de Platão no Crátilo’.”

Outros encontros:

11 de julho: gesto e psicanálise

Participação de Benilton Bezerra

25 de julho: gesto e dança

Exibição de fragmentos das video-entrevistas feitas por Dani Lima e Christophe Wavelet com profissionais diversos a respeito do gesto.

Mediação – Dani Lima e Participação do Residente da semana, Cristian Duarte

22 de agosto: um gesto brasileiro?

Exibição da vídeo- entrevista feita por Dani Lima e Christophe Wavelet com Antônio Nóbrega.

Mediação – Dani Lima

Edições passadas:

16 de maio: Gesto e Corpo

Palestrante convidada: Silvia Soter, professora da Faculdade de Educação da UFRJ,   crítica de dança do jornal O Globo, professora de Ginástica Holística – Método da Dra. Ehrenfried, certificada por Marie-Josèphe Guichard, na França, em 1996.É coordenadora da área de cultura da Redes de Desenvolvimento da Maré e supervisora pedagógica da Escola Livre de Dança da Maré.

Participação da artista da semana: Alice Ripoll

Mediação – Dani Lima

O que entendemos por gesto a partir de uma abordagem de educação somática? O que diferencia gesto e movimento, korpse e soma?

Exibição de vídeos de fragmentos de espetáculos


 

 


 


 

Dani Lima, bailarina e coreógrafa, vive e trabalha no Rio de Janeiro. Formada em Jornalismo pela PUC-RJ (1998), é Mestre em Teatro pela Uni-Rio (2005),  publicou o livro “Corpo, política e discurso na dança de Lia Rodrigues” (2007). Desde 2001 faz parte do corpo docente da Faculdade de Dança, UniverCidade/RJ.

Seu trabalho à frente de seu grupo investiga questões de identidade, alteridade, memória e percepção, investindo em experiências transdisciplinares e no desenvolvimento de uma poética do corpo cotidiano.

Mais sobre Dani Lima, clique aqui.

 
Durante as semanas dos Novíssimos, treatment as manhãs serão compostas por aulas abertas, rx oferecidas pelas principais universidades e profissionais de dança da cidade do Rio de Janeiro. A ideia é promover um maior intercâmbio entre o universo acadêmico, doctor de formação de artistas, e o público em geral, estudantes e interessados na área.

É um convite do Dança Pra Cacilda às universidades, bem como um desafio: levar o ensino da dança para além das universidades e escolas especializadas.

Todas as atividades serão gratuitas.

29 a 02 de setembro

Bacharelado em Dança- Universidade Federal do Rio de Janeiro- UFRJ (Escola de Educação Física e Desportos – EEFD)

A EEFD ofer­ece o curso noturno de Bacharelado em Dança, criado em 1994. O curso forma profissionais que podem atuar como intérpretes, coreó­grafos e pesquisadores em dança, imagem e criação no planejamento, condução e avaliação de programas artísticos para grupos amadores ou profissionais de diferentes faixas etárias.

29/08, quarta- feira. 10h30 às 13h- Técnica de Improvisação com Patrícia Pereira, Inês Galvão e Lara Seidler (UFRJ)

A oficina tem como proposta a experimentação e descoberta de novas possibilidades corporais, ampliando a sensibilidade para o movimento e seu vocabulário corporal. Interessa-nos o prazer em mover o corpo e a descoberta de sensações, imagens, gestos que intensifiquem a potência criativa e a integração do corpo dançante.

30/08, quinta feira. 10h30 Às 13h- Aula com a Professora Mariana Trotta.(UFRJ)

Universidades que já passaram pelo Dança Pra Cacilda

27 E 28 DE JUNHO

Centro Universitário da Cidade – Dança
Primeiro curso de licenciatura em Dança criado no Rio de Janeiro, desde em 1985 tem como principal objetivo proporcionar
uma formação múltipla, colocando no mercado professores especializados no ensino das diferentes técnicas de dança.
27/06, QUARTA FEIRA, 10H
Introdução ao ballet clássico, com Vera Aragão-doutora em memória e ex bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

A proposta é introduzir os alunos às bases da gramática do ballet clássico. Enfocar a forma como se processa a estruturação e o desenvolvimento desta técnica, visando seu ensino, utilizando-se de aulas práticas e teóricas.
27/06, QUARTA FEIRA, 11H30
Cinesiologia /Prática ,com Heloisa Almeida – especialista na área da saúde ex bailarina do Teatro Guaíra

Busca integrar os conceitos estudados nos componentes curriculares Anatomia e Fisiologia para analisar os diferentes movimentos humanos, suas amplitudes e ações fundamentais.

28/06, QUINTA FEIRA, 10H

Psicomotricidade,com Rosana Fachada-  ex-bailarina do Vacilou Dançou, mestra em psicomotriocidade e coordenadora do Curso de  Dança na Unversidade Castelo Branco.

Abordagens sobre o conceito e história da psicomotricidade:vertentes, realidade, objetivos e finalidades. Desenvolvimento psicomotor enfatizando os três domínios: cognitivo, afetivo e motor, integrando-os ao trabalho com a dança. Bases neurológicas do
desenvolvimento infantil, sua relação com a aprendizagem e com a dança.

28/06, QUINTA FEIRA, 11H30

Improvisação, com Ivana Menna Barreto- doutoranda,bailarina e coreógrafa atuante.

Aula de exploração da improvisação como recurso de desenvolvimento da sensibilidade,imaginação e criatividade do aluno.
Despertar a consciência das ferramentas usadas e das diferentes possibilidades de improvisação.

30 E 31 DE MAIO

Faculdade Angel Vianna
A Faculdade Angel Vianna oferece dois cursos de graduação na área de Dança: Licenciatura e Bacharelado, além de vários outros cursos (www.angelvianna.art.br). Com a visão de que o mundo se transforma através do sujeito, Angel Vianna, entende que, através da dança, podemos conquistar um espaço interno necessário para a nossa dinâmica corporal e emocional.

As aulas abertas desta semana serão: Composições Coreográficas.

A proposta é Instrumentalizar o aluno, para a criação artística,através da construção do método de composição coreográfica autoral, solística e/ou em grupos.

30/05, QUARTA FEIRA, 10H

Composição coreográfica, com Ana Vitória Freire

Diretora, bailarina e coreógrafa da Cia Ana Vitória Dança Contemporânea.Professora de Técnica de Dança e Composição Coreográfica da Faculdade Angel Vianna, doutorando pela UniRio em Artes Cênica.

31/05, QUINTA FEIRA, 10H

Composição coreográfica, com Marcia Rubin.

Coreógrafa e bailarina da Marcia Rubin Cia de Dança, atua no teatro como Diretora de Movimento.Ganhou o Prêmio Shell de Teatro em 2012. Professora da Faculdade Angel Vianna e do Curso de Artes Cênicas da UniverCidade. É Especialista em Arte e Filosofia pela PUC-Rio.

 

 

 

Através de ações como Performances, rx Convivências e Diálogos, information pills o Projeto Cênica Corporal Uma pretende expandir sua área de atuação e atingir a Região Norte (cidade de Belém), viagra 100mg Sudeste (Cidades do Rio de Janeiro e São Paulo) e Sul (cidade de Porto Alegre), contextos brasileiros onde a obra e a pesquisa ainda não tiveram a oportunidade de serem vistas, devidos a vários fatores, em especial a distância da cidade onde elas são desenvolvidas: Manaus, cidade fora do eixo cultural Sul/Sudeste; regiões onde há maiores oportunidades de trânsito, difusão e troca dos produtos artísticos culturais desenvolvidos no Brasil.

Esta semana eles estão no Dança Pra Cacilda e hoje participarão do Sofá da Cacilda, falando sobre o processo de construção da obra Figuras Transitórias / Figuras Caminhantes e a relação entre arte/social/política/visibilidade/invisibilidade social

The video cannot be shown at the moment. Please try again later.

 Sobre a obra:

A obra FIGURAS TRANSITÓRIAS / FIGURAS CAMINHANTES, uma intervenção coreográfica móvel, dialoga com a dança, as artes visuais e a performance art; é o encontro entre o intérprete pessoa, o pedestre e o espaçurbano. A partitura coreográfica e a instalação móvel, com seus dispositivos sonoros imagéticos, dialogam com o espaçurbano, local onde: tudo é PERFORMANCE, tudo é DANÇA, tudo é TEATRO,  tudo é ARTE VISUAL, tudo é MÚSICA: polifonia humana visual sonora.

Ao mesmo tempo em que “tudo” é visível aos que caminham e transitam nesse ambiente, que pode ser Manaus, Belém, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre ou Nova York, entre outras cidade do mundo, quase sempre as figuras humanas que as compõem, como o mingauzeiro, o pipoqueiro, o cascalheiro, entre outras, são, as mais despercebidas.

Como tornar visível o invisível?

O desejo dessa obra é o encontro entre o intérprete pessoa, o público e o espaçurbano. O espectador não toma a decisão de ir ao teatro; a própria obra vai de encontro a ele, em qualquer esquina da cidade e no meio das atividades cotidianas das ruas urbanas; não como um espetáculo, mas com a ideia de justapor o fenômeno artístico com o espaçurbano. A obra se impregna dele.

Se quiser saber mais sobre o processo de concepção do projeto, vai lá hoje no Dança Pra Cacilda!!!
Dia :08 de agosto de 2012
Hora:20h
Local: Teatro Cacilda Becker (Rua do Catete 338)
ENTRADA FRANCA

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *